A Magia de Miró

03

A Caixa Cultural de Brasília recebe até o dia 30 de Agosto a exposição ‘A Magia de Miró’, que conta com obras realizadas pelo artista no período de 1962 à 1983. Dentre os trabalhos, são 69 desenhos e gravuras, e 23 fotografias.

Nascido em Barcelona em 1893, Joan Miró foi pintor, escultor e gravurista. O artista catalão que iniciou seus estudos em Barcelona logo se mudou para Paris onde conheceu importantes personalidades que influenciaram diretamente seu trabalho como Pablo Picasso e André Breton.

01Joan Miró, Miró Mirando Miró (1983) (Foto: Divulgação)

Foi no ano de 1970, ao retornar à França, que Miró conheceu o fotógrafo galerista Alfredo Melgar Alexandre, e juntos deram início a um processo de recuperação e restauração de gravuras e fotografias produzidas pelo artista.

Considerado um dos maiores nomes do movimento surrealista, Jean Miró possui um trabalho único, com expressão marcante composta por cores e formas espontâneas, que revelam alta liberdade artística.

02Joan Miró, Le Cheval Ivre (1964) (Foto: Caixa Cultural/Divulgação)

 ‘A Magia de Miró’ revela um plano mais íntimo do processo de criação do artista. Dentre as obras expostas, além de gravuras e desenhos encontram-se também rascunhos e esboços feitos sobre superfícies diversas, como papelão, papel e lixa.

A grande maioria das obras que compõe este acervo foi produzida durante os últimos cinco anos de vida do artista. A segunda parte da coleção é composta por 23 imagens que capturam o processo criativo de Miró fotografadas em preto e branco pelo próprio Melgar durante a década de 1970.

A exposição que já passou pela Caixa Cultural São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro, Recife e Fortaleza, encerra sua temporada em Brasília. Em cartaz até o dia 30 de Agosto e com entrada franca, a exposição está aberta de Terça a Domingo, das 9 às 21 horas.