O jardim suspenso do High Line

jardim 1

O último trecho do High Line Park completou uma das transformações urbanas mais distintivas da população de Nova York: trilhos elevados abandonados foram transformados em um oásis linear de flores, gramas e árvores no charmoso bairro Chelsea, no West Side de Manhattan.

Neste último trecho, que fica entre as ruas 30th e 34th, os mais luxuosos arranha-céus e o rio Hudson cercam o parque, que foi projetado pelo escritório de arquitetura e urbanismo Diller Scofidio + Renfro e paisagismo da James Corner Field Operations. Os profissionais conseguiram equilibrar de forma perfeita o antigo e o novo ao preservar os velhos trilhos e inserir blocos de concretos na construção, criando uma estética unidimensional e contemporânea.

Entre as estruturas e o paisagismo do novo trecho estão: bancos e mesas feitos de madeiras e pedras encontradas no local, diversas obras de artes, com destaque para “The Evolution of God”, do artista argentino Adrían Villar Rojas, e um pequeno “anfiteatro”, no qual as plantas abafam o som da rua e deixa o espaço mais relaxante – nasce assim mais um ótimo local piqueniques em NYC.

Adrián Villar Rojas "The Evolition of God" 2014 | The High Line

Obra “The Evolution of God”, do artista Adrían Villar Rojas no novo trecho da High Line

A nova área do High Line Park está em plena democracia de crescimento, pois vem ganhando uma quantidade variada de prédios ao redor. Resultado: atravessa uma espécie de Canyon de vidro e aço. Mas enquanto os grandes arranha-céus – um das principais características de NY – não sobem, vê-se o esplêndido pôr-do-sol na outra margem do rio Hudson.

jardim 3

O projeto High Line Park teve início em 2009, quando luxuosos condomínios, galerias, restaurantes e boutiques transformaram o que antes era sujeira industrial da rota de transporte de cargas perigosas dos frigoríficos e fábricas que ali existiam na década de 30. Nos anos 80, a ferrovia foi desativada e tudo em volta era sucata até que Joshua David e Hammond, fundadores do Friends of the High Line, criaram uma campanha em prol da revitalização da ferrovia.

jardim 4

O High Line Park se tornou um dos lugares mais fascinantes da cidade que não dorme. O projeto trouxe de volta o charme dos antigos bairros nova-iorquinos, de quando era mais verde e menos concreto.